EPISÓDIO 42 – CIRCULO DE FOGO

O Homem é o lobo do próprio homem.
Plauto

Durante a Segunda Guerra Mundial, a queda de Stalingrado significará o colapso de toda a URSS, desta forma um franco-atirador russo Vassili Zaitsev, que fora interpretado por Jude Law, persegue os alemães, eliminando-os um a um, prejudicando assim o moral das tropas adversárias, enquanto que o oficial político Danilov, que fora interpretado por Joseph Fiennes, divulga os feitos bravios dele para trazer uma esperança aos companheiros de batalha. Entretanto ambos descobrem que possuem o mais atroz adversário: um atirador nazista, que fora interpretado por Ed Harris, que fora por condecorado por ter eliminado centenas de adversários. Desta forma quem prevalecerá: O “cão” ou o “rato”?

O Filme “Enemy At The Gates” (2001) possui uma audiência de 82% no Rotten Tomatoes e uma nota de 7,6 no IMDB.

O longa-metragem “Círculo de Fogo” fora parcialmente inspirado no livro de William Craig, “Enemy at the Gates: The Battle for Stalingrad” de 1974.

A maioria dos personagens do filme foram baseados em pessoas reais. Nikita Khrushchev era de fato um cruel comissário político do Exército soviético que popularizou e promoveu o atirador Vassili Zaitsev.

Em “Círculo de Fogo”, Zaitsev e seus camaradas parecem ser explorados pelos líderes comunistas, aparentemente enfrentando os horrores da guerra, ignorando o que estavam enfrentando, vistos principalmente como nada mais do que bucha de canhão. De acordo com os próprios escritos de Zaitsev sobre a guerra, no entanto, ele e seus camaradas na marinha por muito tempo imploraram a seus superiores que os transferissem para o exército para que pudessem lutar em Stalingrado, sabendo muito bem para o que estavam se voluntariando.

A personagem Koulikov, que fora interpretado por Ron Perlman, usava uma prótese de dentes de ouro e durante uma emboscada com Zaitsev afirmou que perdeu-os após retornar da Alemanha depois de um período de um ano e meio estudando como se tornar um sniper e logo após, foi acusado por um oficial russo de ser possivelmente um “espião nazista”. Desta forma, ele afirmou que “não foi a foice quem os tirou, mas o martelo”.

O filme caracteriza o soldado Zaitsev como um ignorante sem instrução, de alguma parte atrasada do país, mas que sabia atirar com um rifle, porque o avô ensinou, porém na realidade, ele era um homem instruído e havia trabalhado por cinco anos como contador na marinha russa estacionada no Pacífico antes de ingressar no exército.

Enquanto eram perseguidos por Konig, que fora interpretado por Ed Harris, Koulikov e Zaitsev discutem sobre como a Alemanha agia durante a guerra até que Koulikov afirmou que os alemães não se importavam com os caras dos telefones, assim como a URSS não se importava com os Ucranianos, fazendo desta forma uma referência indireta ao genocídio de Holodomor.

A personagem Ludmilla, que fora interpretada por Sophie Rois, é uma possível referência a outra famosa franco-atiradora soviética, Lyudmila Pavlichenko, que possuiu mais de 300 mortes.

Segundo o historiador Antony Beevor as façanhas de Zaitsev foram muito exageradas e ele nem mesmo foi o melhor franco-atirador soviético em Stalingrado, pois esse teria sido Ivan Sidorenko que possuiu o recorde de 500 mortes, seguido por outros cinco soldados com mais de 400 mortes cada.

PRÊMIOS E INDICAÇÕES

Nota geral:

Mais sobre:


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nos encontraremos novamente em quinze dias.

Até mais.

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer