EPISÓDIO 37 – TAXI DRIVER: MOTORISTA DE TÁXI

O isolamento é um presente. Todos os outros são um teste de resistência do quanto você realmente quer fazer isso, e você fará isso, apesar da rejeição e das piores chances.

Charles Bukowski

Sofrendo de insônia, o ex-fuzileiro e combatente da guerra do Vietnã Travis Bickle, que fora interpretado por Robert De Niro, aceita um emprego noturno como taxista em Nova York, ficando cada vez mais distante da realidade enquanto sonha em limpar toda a imundice social da cidade. Quando conhece a encantadora Betsy, que fora interpretada por Cybill Shepherd, ele fica obcecado com a idéia de salvar o mundo, primeiro planejando assassinar um candidato presidencial, patrão dela, depois direcionando as atenções para resgatar uma garota de 12 anos, a Iris, que fora interpretada por Jodie Foster, que está sendo explorada sexualmente.

O longa-metragem “Taxi Driver” de 1976 possui uma nota de 8,2 e é o filme de número 112º mais bem avaliado do IMDB e uma audiência de 93% no Rotten Tomatoes.

Este longa-metragem foi indicado a quatro Oscars no ano de 1977: Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Música Original.

Essa estória foi parcialmente autobiográfica para Paul Schrader, que sofreu um colapso nervoso enquanto morava em Los Angeles. Ele foi demitido da AFI, ficou sem amigos, no meio de um divórcio, e foi rejeitado por uma namorada a qual foi o motivo do divórcio dele. Agachado no apartamento da ex-namorada, enquanto ela estava fora por alguns meses, ele literalmente não falou com ninguém por muitas semanas, ia a cinemas pornôs e desenvolveu uma obsessão por armas. Schrader trabalhava na época como entregador de uma cadeia de restaurantes de frango. Passando longos dias sozinho no próprio carro, sentiu que poderia muito bem ser um motorista de táxi. O roteirista também compartilhou com Bickle a sensação de isolamento de ser um “interiorano” em um centro urbano. Schrader decidiu mudar a ação para a cidade de Nova York apenas porque os motoristas de táxi são muito mais comuns lá. O roteiro dele foi aprovado por Martin Scorsese e Robert De Niro logo que eles o leram.

O diretor Martin Scorsese disse que ofereceu o papel de Travis Bickle a Dustin Hoffman. De acordo com Hoffman, ele recusou o papel porque “achou que o diretor era louco!” Desde então, ele se arrependeu amargamente dessa decisão.

O ator Robert De Niro para conseguir uma interpretação mais realista dirigiu na cidade de Nova Iorque por quinze horas diárias por quase um mês para entender literalmente todos os desafios da profissão. Ele também estudou doenças mentais e durante o tempo de folga dele nas gravações de 1900 (1976) visitou uma base americana no norte da Itália e gravou conversas com soldados para adquirir os sotaques deles.

A atriz Jodie Foster tinha apenas doze anos quando o filme foi filmado, então ela não poderia fazer as cenas mais explícitas, a personagem dela também tinha a mesma idade. Connie Foster, a irmã mais velha de Jodie, que tinha dezenove anos quando o filme foi produzido, foi escalada como a dublê dela.

O diretor Martin Scorsese certa vez afirmou que a cena mais importante do longa-metragem é quando Bickle está ao telefone tentando marcar outro encontro com Betsy. A câmera se move para o lado lentamente e percorre o longo e vazio corredor ao lado dele, como se sugerisse que a conversa telefônica é dolorosa e patética demais para ele suportar; essa imagem também mostra o isolamento e solidão dele.

Bernard Herrmann foi um grande compositor, e teve músicas nas trilhas sonoras de Cidadão Kane (1941) e em filmes de Quentin Tarantino e Alfred Hitchcock. Escreveu as partituras das músicas de Taxi Driver e conduziu as sessões de gravação, as quais terminaram no dia 23 de dezembro de 1974, porém ele morreu logo após o encerramento das gravações, na madrugada do dia seguinte em um hotel. 

Quando Paul Schrader estava escrevendo o roteiro, ele acreditava que estava apenas escrevendo sobre a solidão, mas à medida que o processo prosseguia, ele percebeu que estava escrevendo sobre a patologia da solidão. Sua teoria era que, por algum motivo, alguns jovens, como ele mesmo, subconscientemente afastam os outros para manter o próprio isolamento, mesmo que a principal fonte do tormento dela seja esse isolamento.

A cena mais marcante do longa-metragem em que a personagem Travis Bickle em frente ao espelho com o revólver fala “You talkin’ to me?”, na realidade foi improvisada e totalmente criada pelo ator Robert De Niro.

PRÊMIOS E INDICAÇÕES
VENCEDOR

FESTIVAL DE CANNES (1976)

Palma de Ouro.

INDICADO

OSCAR (1977)

Melhor Filme, Michael Phillips e Julia Phillips; Melhor Ator, Robert De Niro; Melhor Atriz Coadjuvante, Jodie Foster; e Melhor Música Original, Bernard Herrmann (prêmio póstumo).

e mais vinte e uma premiações e dezesseis indicações

Nota geral:

Mais sobre:

Nos encontraremos novamente em quinze dias.

Até mais.

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer